Bolhas nas mãos na hora de praticar esporte? Saiba como evitar!

Quem pratica esportes com frequência sabe que as bolhas nas mãos são um problema bastante comum, especialmente para aqueles que utilizam raquetes. Essas bolhas, em geral, são muito incômodas e, se não forem tratadas corretamente, podem atrapalhar o bom desempenho do Atleta.

Neste artigo, vamos explicar o que são as bolhas, como elas surgem e o que você pode fazer para prevenir e tratar esse problema. Confira a seguir!

O que são bolhas?

Essas bolhas decorrentes da prática esportiva são pequenas bolsas de líquido que se formam na camada superior da pele. Elas são causadas por atrito, pressão ou queimadura e podem surgir em qualquer parte do corpo, mas são mais comuns nas mãos e nos pés.

As bolhas nas mãos são frequentemente provocadas pelo uso de equipamentos esportivos, como raquetes de tênis, golfe ou beisebol, que podem gerar atrito e pressão nas mãos. Além disso, elas aparecem, eventualmente, quando as mãos estão molhadas ou suadas, o que aumenta a fricção no local.

Nos pés, surgem a partir do atrito repetitivo da pele com a meia, um tênis ou um equipamento de má qualidade, sobretudo quando o Atleta faz movimentos constantes em uma quadra ou vai correr na Areia.

Como as bolhas se formam?

As bolhas se formam quando a camada superior da pele se separa da camada inferior, criando um espaço em que se acumula o líquido. O líquido é uma espécie de “almofada” que protege a área afetada.

No caso das bolhas nas mãos, o atrito gerado pelos movimentos repetitivos faz com que a pele se mova para frente e para trás, o que pode criar pequenas bolhas de líquido.

Como prevenir o aparecimento de bolhas nas mãos?

A melhor maneira de prevenir bolhas nas mãos é, portanto, evitar o atrito e a pressão excessiva. Pode valer a pena, a depender das circunstâncias, fazer pausas regulares durante a prática esportiva.

Mas existem outras boas ideias para evitar o aparecimento de bolhas nas mãos durante as atividades. Veja algumas delas a seguir!

Escolha o equipamento adequado

Use equipamentos esportivos de boa qualidade e que sejam adequados ao tamanho e formato de suas mãos. As raquetes devem ser bem ajustadas à mão do Atleta, para evitar que fiquem muito soltas ou apertadas demais.

Use luvas

As luvas podem ajudar a reduzir o atrito e a pressão nas mãos. As luvas de tecido respirável são as mais indicadas para a prática de esportes.

Mantenha as mãos secas

Use talco nas mãos ou utilize uma toalha para secá-las, antes de iniciar a prática do esporte.

Use fitas adesivas

As fitas adesivas podem ser usadas para proteger as áreas vulneráveis das mãos.

O que o Atleta pode fazer caso as bolhas apareçam?

Caso as bolhas já tenham surgido, é importante tomar algumas medidas para evitar que elas se agravem e atrapalhem o desempenho esportivo. Entre elas, estão:

  • mantenha a área limpa e seca — lave as mãos com água e sabão e seque bem, evitando o acúmulo de suor e atrito;
  • proteja a área — utilize uma proteção extra na área afetada, como uma fita adesiva ou um curativo, de forma a diminuir o atrito e a fricção, reduzindo a dor e o desconforto;
  • evite ao máximo estourar as bolhas — embora possa ser tentador estourar as bolhas para aliviar a dor e o desconforto, isso pode aumentar o risco de infecção e agravar a lesão — é melhor deixá-las secar naturalmente e, se necessário, consultar um médico para avaliar o tratamento mais adequado a ser feito.

As bolhas nas mãos são alguns dos contratempos mais frequentes entre os praticantes de esportes, mas podem ser evitadas com algumas medidas simples. Se as bolhas já tiverem aparecido, é importante tomar algumas medidas para evitar que se agravem e atrapalhem o desempenho esportivo. Se necessário, sempre consulte um médico para avaliar o tratamento adequado, certo?

Você tem bolhas nas mãos ou nos pés quando pratica seu esporte predileto? O que tem feito para administrar a situação ou para evitar o problema? Tem outras dúvidas sobre o assunto? Deixe um comentário!

Outros conteúdos

equipamentos de beach tennis que não podem faltar no seu clube