3 ideias para começar negócios na área do esporte

O empreendedorismo esportivo é uma área que está sempre em alta no Brasil, já que diversas modalidades fazem sucesso por aqui, muito além do futebol. Nesse sentido, muitas pessoas estão dispostas a gastar dinheiro com artigos relacionados ao assunto.

Além disso, os negócios no esporte envolvem um amplo campo de atuação, desde pessoas que querem perder peso e se exercitar até Atletas profissionais de alto rendimento. Assim, há inúmeras oportunidades profissionais para explorar.

Neste post, mostraremos o que são os negócios no esporte (sport business), os motivos para investir e as 3 melhores ideias para começar nesse mundo. Boa leitura!

O que são negócios esportivos (sport business)?

Os negócios esportivos são todos os campos de empreendedorismo que oferecem os recursos para que as pessoas pratiquem suas modalidades preferidas.

Assim, donos de lojas com artigos esportivos, assim como proprietários de quadras de Areia, Atletas profissionais, pessoas que trabalham com marketing dedicado aos esportes: todos esses são alguns exemplos de pessoas envolvidas com o sport business.

É importante notar que os empreendedores não repassam produtos apenas para Atletas profissionais, mas também para pessoas comuns que gostam de se exercitar. Nesse sentido, o mercado se torna ainda mais amplo e atrativo para empresários.

Por que iniciar um negócio na área do esporte?

Os brasileiros são amantes de diversos tipos de esportes: além do famoso futebol, também acompanhamos (e praticamos) o vôlei, o surf, o beach tennis, o futevôlei, entre muitas outras modalidades. Nesse sentido, por que não explorar essa paixão profissionalmente?

Além disso, os empreendedores ainda têm uma boa chance de trabalhar com algo que realmente gostem, o que facilita essa jornada. Com a internet, há possibilidades até para aqueles que não têm um ponto físico, como a venda de produtos esportivos em lojas próprias e marketplaces.

Um empreendedor que tenha interesse em investir em uma quadra de Areia, por exemplo, têm diversas possibilidades para explorar. Ele pode organizar campeonatos, firmar parcerias com Atletas profissionais, dividir as quadras de acordo com o público-alvo… Essas são só algumas das ideias nesse negócio.

Quais são as 3 melhores ideias para se dar bem no sport business?

Agora, mostraremos algumas das melhores ideias para quem quer se aventurar no empreendedorismo esportivo, desde as clássicas lojas de artigos até outras opções com um bom mercado para atuar.

1. Quadra de Areia

Essas quadras garantem que as pessoas possam praticar as modalidades esportivas de Areia mesmo que não estejam na praia. Por isso, elas se tornaram uma febre no país.

Basta ver alguns números recentes: a prática de esportes, como o futevôlei, cresceu 250% durante a pandemia de Covid-19. Só em São Paulo são mais de 700 quadras de beach tennis.

Nesse sentido, modalidades como o futevôlei e o beach tennis se tornaram verdadeiras tendências e se juntaram a práticas já amadas, como o vôlei de praia. Contudo, as quadras de Areia não servem apenas para isso: é possível até fazer exercícios de ioga.

O crescimento dos esportes de Areia acompanha uma preocupação cada vez mais comum com o bem-estar e a saúde do corpo. Caso você queira investir nesse mercado, o primeiro passo deve ser fazer uma pesquisa e visualizar o cenário da sua cidade, avaliando todos os espaços com locação de quadras na região.

Além disso, também é importante estudar o público-alvo para direcionar as suas estratégicas. Afinal, há diferentes frequentadores de uma quadra de Areia, como crianças, idosos, pessoas que querem apenas perder peso e até Atletas profissionais.

2. Loja de esportes

A área do comércio esportivo é muito forte por aqui, porque o Brasil é um país que oferece boas condições climáticas para a prática de esportes durante o ano todo. Assim, independentemente da época do ano, os Atletas e praticantes de atividades físicas sempre precisarão de itens e de vestuário para se exercitarem.

Além disso, como os brasileiros são apaixonados por esportes em suas inúmeras modalidades, uma loja dedicada a isso é um excelente negócio. Dá até mesmo para se especializar em artigos para práticas na Areia, por exemplo.

A montagem de uma loja de artigos esportivos depende do local no qual ela vai operar (on-line, off-line ou ambos), do tipo (em quais esportes ela foca) e da quantidade de materiais que estará à venda ali. Alguns dos equipamentos que podem ser comercializados são os seguintes:

  • raquetes de beach tennis;
  • roupas adequadas para as práticas na Areia;
  • bola, de acordo com os esportes a serem praticados;
  • redes;
  • mochilas;
  • meias;
  • medalhas, taças e troféus, para campeonatos;
  • joelheiras;
  • apitos;
  • tornozeleiras;
  • apitos.

Esses são alguns dos itens mais focados nos esportes de Areia, cujos praticantes não costumam usar tênis ou chuteiras, por exemplo. Contudo, os materiais devem levar em conta o seu nicho.

3. Empresa de apostas esportivas

Os aplicativos de apostas esportivas caíram no gosto dos brasileiros. Com eles, é possível trabalhar de qualquer lugar do mundo, uma vez que não há a necessidade de comparecer até um ponto físico para fazer os jogos.

No Brasil, os usuários se concentram em esportes como o futebol, tanto nacional e internacional, mas também é possível incluir outras modalidades que fazem sucesso, como o tênis e até o surfe.

Contudo, essa é uma alternativa para empreendedores com um bom dinheiro guardado para empreender. Afinal, criar um aplicativo não é exatamente barato, principalmente se o seu objetivo é torná-lo global. É preciso contratar programadores para desenhar um software do zero, por exemplo.

Além disso, você precisa ter dinheiro em caixa para premiar os primeiros vencedores, uma vez que pode ser que o dinheiro das apostas iniciais não cubra esse valor.

Como você viu no artigo, dá para explorar diversas ideias de negócios no esporte. Desde uma loja esportiva até um aplicativo de apostas, passando pela locação de quadras de Areia, há espaço para diferentes perfis de empreendedor. Uma dica é alinhar o seu gosto pessoal (como os esportes que você mais gosta) com oportunidades reais de mercado em sua região.

Gostou do artigo e se interessou pela possibilidade de ter a sua própria quadra? Então, entre em contato conosco para saber como!

Outros conteúdos

equipamentos de beach tennis que não podem faltar no seu clube